O F-22 Raptor atacou alvos na Síria no seguimento de uma campanha aérea americana contra o ISIS (mais conhecido por Estado Islâmico).

Até a data os F-22 tinham sido apenas colocados em terreno, servindo apenas como arma de dissuasão, contra a Coreia do Norte e o Irão, alegadamente, as ameaças que os Estados Unidos têm recebido não justificavam recorrer-se aos Raptors.

Estas aeronaves foram fruto de um programa de investimento por parte dos E.U.A., com um custo total de cerca 66.7 mil milhões de dólares, onde foram construidos 195 F-22, o seu vôo inaugural deu-se em 1997. 

Desconhecem-se os alvos da missão, foi apenas anunciado que a mesma tinha sido bem sucedida. Este feito pode vir a revolucionar a indústria aeronáutica no futuro.

Powered by CoalaWeb